O isolamento dos Idosos e das pessoas dependentes.

O isolamento dos Idosos e das pessoas com algum grau de dependência é extremamente importante nesta fase que atravessamos.

Como proceder? 

Eis algumas sugestões:

– é fundamental ajudar a manter as rotinas o mais próximo possível dos habitual, dentro das condições impostas pela OMS e DGS;

– converse com as pessoas que cuida e tente explicar com palavras simples que existe uma gripe mais forte em circulação e que, por isso, todas as visitas terão de ser restringidas;

– proporcione diariamente, aos idosos e aos dependentes conversas com os seus parentes e amigos, pelos meios disponíveis (se possível, através de video-chamada), ajudando, assim, a baixar os níveis de ansiedade;

– para evitar o medo, tente que os idosos não vejam programas de televisão que passam notícias simultâneas sobre a pandemia; distraia-os com programas divertidos;

– tenha sempre um discurso calmo e não alarmista;

– ajude as pessoas de quem cuida a lavarem as mãos com frequência; explique porquê em palavras simples, sem alarmes;

– se tem um idoso(a) a viver sozinho(a), faça uma lista de bens de supermercado de que ele/ela gosta, incluindo medicação, meios de higiene como por exemplo, fraldas e toalhitas, suplementos alimentares e medicação habitual para 2 meses (não esqueça antipiréticos e vitaminas). Adquira esses bens, deixe tudo à porta de casa e peça para lhe deixar o dinheiro exactamente da mesma forma, sem contacto físico. Não se esqueça de usar luvas e máscara nestas interacções;

– verifique se ele/ela tem contas para pagar (água, luz, etc.), ajudando assim a manter a vida normal destas pessoas mais frágeis.

– em conversação, não contrarie; valide as afirmações do idoso(a) (isto é particularmente importante no caso das demências);

– se tem espaço ao livre, leve os idosos a passear um pouco, apanhar sol e ver o céu, fazer uma pequena caminhada distractiva em redor do espaço circundante da habitação;

– ajude os idosos e dependentes a passarem tempo criativo: há imensos jogos adequados a cada idade e condição mental.

Dr.ª Fernanda Barata

Psicoterapeuta

Diretora Técnica All Day Care – LisboaDiretora Técnica – All Day Care

EnglishSpanishFrenchGermanPortuguese
× Fale com um especialista