Conheça a Associação Seniores de São Miguel.

A Associação Seniores de São Miguel (ASSM) foi fundada a 5 de maio de 2004 e os seus Estatutos foram parcialmente alterados em 2017, em que, por despacho da vice-presidente do conselho diretivo do Instituto da Segurança Social dos Açores, publicados em jornal Oficial, foi esta  associação reconhecida como pessoa coletiva de utilidade pública. 

É de salientar a nossa dinâmica assente num diálogo permanente e participativo entre os associados, envolvendo-os na linha da vida, e estes, com a sociedade em geral, através de projetos de intervenção comunitária e ações diversificadas, existindo a grande preocupação em criar e oferecer espaço de divulgação do “saber” baseado no conhecimento científico e tecnológico, através de conferências, encontros, seminários, workshops, visitas e outros que se venham a criar, numa atitude de rentabilização dos recursos humanos e · materiais da comunidade. Para o efeito, foram  estabelecidas parcerias e protocolos, promovendo boas sinergias na concretização dos projetos implementados, de enorme alcance social, cultural, num quadro de cidadania em prol do bem comum e como complemento de respostas sociais desenvolvidas por outras entidades. 

 A atividade da Associação distribui-se por diferentes comissões especializadas que em articulação estreita com a Direção, desenvolvem  projetos específicos, por si ou em parceria, de intervenção comunitária em harmonia com os demais grupos etários da sociedade em condições de plena integração e da melhoria de qualidade de vida, na prestação de serviços aos seus associados e em geral à comunidade da Ilha de S. Miguel, com especial enfoque nas áreas da saúde e solidariedade, cultura e cidadania.

Na área da saúde e solidariedade é de relevar os programas Zero Desperdício e do Voluntariado, na Rede de Cuidados Continuados da Região Autónoma dos Açores.

 A  associação tem ainda  desenvolvido um extenso programa, através de dois grandes projetos “Pensar a Cidade” e “Cidade Amiga” numa parceria com a Câmara Municipal de Ponta Delgada. Um programa para o despertar e o aprofundar de consciências assim como uma sensibilização dos seus associados em particular, e da sociedade em geral, capaz de promover um maior envolvimento na cidadania participativa, no âmbito da sua, nossa cidade, sabendo que uma comunidade mais esclarecida é mais participativa. 

A associação também tem dado uma atenção especial à Cultura , e foi exemplo a criação do Prémio Medeiros Cabral.  Para além deste prémio, a Comissão Especializada da Cultura leva a efeito em articulação com instituições museológicas, públicas e privadas, visitas orientadas às exposições nos diferentes espaços como o Museu Carlos Machado, o Arquipélago- Centro de Artes Contemporâneas ou a Galeria Fonseca e Macedo.

,

A associação tem também promovido os “Encontros com a Sociedade”, criando espaço de reflexão e de debate cívico na defesa dos valores democráticos. 

  Em comum todos os projetos têm o contributo ativo na sociedade atual. 

 Num desafio constante, disponibilizamo-nos na construção do bem comum, valorizando a participação cívica e a responsabilidade social, assentes exclusivamente em voluntariado organizado, quer ao nível da própria instituição enquanto corpo associativo, quer ao nível dos projetos de intervenção social e outras ações.

 Defendemos uma cidadania ativa e solidária e apoiamos e sustentamos uma cultura de responsabilidade partilhada através do nosso instrumento de trabalho- o voluntariado, que, por si só, se assume como expressão de uma cidadania solidária, que define todo o nosso movimento na associação. 

Dr.ª Leonor Anahory

EnglishSpanishFrenchGermanPortuguese
× Fale com um especialista