Série: PÉ DIABÉTICO | Parte 1

As feridas (ulcerações) do pé diabético estão associadas à doença vascular periférica (obstrução das veias e artérias) e neuropatia periférica (alterações da sensibilidade), frequentemente em combinação. No entanto, os indivíduos com um risco elevado de ulceração podem ser facilmente identificados através de um exame clínico cuidadoso dos seus pés, estando a educação e o acompanhamento periódicos indicados nestes casos.  

Quando a úlcera do pé é complicada por uma infeção, a combinação pode ser ameaçadora para o membro e até para a vida. 

Parte 1

  1. O Que é a Diabetes? 

Ausência parcial o total de produção de Insulina pelo Pâncreas. Exemplo da entrada da Insulina à célula com ajuda da insulina. Falar dos tipos de Diabetes e dos problemas nos diferentes órgãos

Sintomas mais Comuns de Diabetes:  

  •     – Urinar excessivamente
  •     – Sede constante
  •     – Fome frequente
  •     – Perda de peso repentina
  •     – Cansaço excessivo
  •     – Cicatrização lenta
  •     – Visão Turba ou embaçada
  •     – Mudanças de humor, nervosismo 

Problemas mais comuns na Diabetes:

  •     – AVC isquémico
  •     – Enfarte Agudo do Miocárdio (Ataque cardíaco)
  •     – Retinopatia Diabética (Pode levar a cegueira) 
  •     – Cataratas, Glaucoma (Lesões oculares)
  •     – Nefropatia Diabética (Falência dos Rins)
  •     – Neuropatia Periférica (Alterações das sensibilidades, furmigueos, dores, diminuição da sensibilidade)
  •     – Pé Diabético 

*Este Post é uma série de 10 Partes.

Dr Alfredo Chavez Anaya | Assistente Hospitalar Graduado de Medicina Interna

Responsável pela Consulta Multidisciplinar de Pé Diabético, HDES EPE

EnglishSpanishFrenchGermanPortuguese
× Fale com um especialista